MISSÃO
Partilhar
  • Facebook - círculo cinza
whatsapp_edited.png
email_edited_edited.png
João, Francisco, António e Miguel

João, Francisco, António e Miguel

A empatia está fundamentalmente do lado dos cidadãos, mas a política não pode ser insensível às histórias concretas e por isso precisamos também de políticos empáticos. *

Inês Espada Vieira
22 de julho de 2022
A partilha exige escuta, acolhimento e empatia

A partilha exige escuta, acolhimento e empatia

Por vezes esquecemo-nos, mas é impossível não comunicarmos! A comunicação vai para além das palavras, comunicamos através de atitudes e comportamentos, quase que me atrevo a afirmar que tudo é comunicação.

Inês Guerra
01 de junho de 2022
Dia Mundial das Comunicações Sociais: à escuta das virtudes

Dia Mundial das Comunicações Sociais: à escuta das virtudes

Num tempo em que a técnica, a velocidade, a emotividade e o relativismo revelam o ser humano como senhor do eterno presente, sem memória do passado nem horizonte de futuro, o anúncio da Boa Nova reclama uma conversão pastoral que coloque a evangelização à escuta das angústias e esperanças do ser humano.

Pedro Guimarães, CM
29 de maio de 2022
Habitar o sentido do Humano

Habitar o sentido do Humano

Anunciar a indispensabilidade da fé para abraçar a verdadeira felicidade que tem nome de salvação, num mundo onde a proposta crente parece dispensável e acessória, é o nosso maior e principal desafio.

Pe. Sérgio Leal
04 de maio de 2022
Ser comunidade

Ser comunidade

No projeto de cooperação missionária entre a Arquidiocese de Braga e a Diocese de Pemba, em Moçambique, em que estou envolvida, sempre pensamos como um dos principais objetivos do projeto criar laços de comunhão entre as dioceses e aprender juntos a ser Igreja...

Sara Poças
27 de abril de 2022
E de repente

E de repente

E de repente estamos em guerra seja por vivência própria, seja por testemunhar a dor de alguém, seja como espectadores no conforto do nosso lar. Somos testemunhas do alto preço a pagar pela liberdade e do lento e árduo caminho para construir a paz, pela via do diálogo e das negociações.

Eugénia Quaresma
30 de março de 2022
Da resignação à conformação

Da resignação à conformação

Na tradição cristã, talvez se tenha confundido “conformação” com “resignação” quando, na realidade, são dois movimentos opostos. Na conformação o sujeito procura uma «nova forma» (com+forma) através da proximidade com alguém que estima e admira, nomeadamente, no âmbito espiritual, com o Mestre que segue.

Pe. Nélio Pita, CM
02 de março de 2022
Vamos sair

Vamos sair

Uma reflexão a partir de Mc 1 e dos desafios que a pandemia apresenta à Igreja. (Parte dois)

Pe. Bruno Cunha, CM
16 de fevereiro de 2022
Porque é que só nos lembramos de ser solidários no Natal

Porque é que só nos lembramos de ser solidários no Natal

Há um mundo para o qual só despertamos no Natal, mas que infelizmente existe o ano inteiro. Quase me atrevo a dizer que existem demasiadas iniciativas solidárias num curto espaço de tempo, e que por este motivo muitas ficam esvaziadas de sentido ou de intenção.

Inês Guerra
26 de janeiro de 2022
Descubra as diferenças

Descubra as diferenças

Monta-se a árvore de Natal, um ramo da árvore do adro, na igreja ou capela da Paróquia, da Missão ou da Comunidade cristã. Faz-se o presépio com peças feitas em barro pelos jovens da comunidade, com capulana e com folhas e flores de árvores.

Sara Poças
29 de dezembro de 2021
O centro da vida

O centro da vida

Maria é alegria e é esperança; alegria inicial, esperança no fim, que, na verdade não o é. Bem-aventurada porque acreditou. Para sempre junto do filho, deixando-o seguir o caminho que era o seu, Maria nunca “sai de cena”: nem da vida de Jesus, nem da vida da Igreja, nem da nossa vida.

Inês Espada Vieira
15 de dezembro de 2021
Caminho do nosso (des)contentamento

Caminho do nosso (des)contentamento

Convenhamos, sínodo, sinodalidade, caminho sinodal, são palavras que, desde logo, impõem uma reflexão referente à linguagem que a Igreja usa. Sem embargo da beleza de sabermos que é “um caminho percorrido em conjunto”, permito-me perguntar que caminho pode ser feito se tantos dos que querem peregrinar neste diálogo, nesta assembleia plenária de fronteiras esbatidas, nem sabem certamente como o podem fazer...

Maria Suzana Ferreira
01 de dezembro de 2021
Mesa Redonda
Missão onlife:
Cultura
Sociedade
Casa Comum
Missão