Lições bíblicas

O Verbo era a luz verdadeira que veio a este mundo: Deus de Deus, luz da Luz. É a luz verdadeira que o Pai enviou ao mundo. Até aí, só víamos os astros à volta do sol: no Natal surgiu o próprio sol e nós vimos e seguimos e deixámo-nos iluminar por ele. É Ele a salvação anunciada e predita pelos profetas. Ele é luz para a nossa inteligência, para iluminar as nossas ideias e os nossos esquemas mentais.

Natal do Senhor

Ano A | Ano B | Ano C 

1. O Verbo se fez carne.
- O Verbo é o Filho de Deus, o Primogénito, o orvalho descido do Céu, Aquele que rasga as nuvens; aquele que o Pai nos manda escutar.
- O Verbo fez-se homem e habitou no meio de nós; fez-se igual a nós em tudo, menos no pecado; comeu connosco, sofreu connosco, viveu connosco. Tem cartão de cidadão: nome—Jesus; pais—José e Maria; nascimento—Belém; residência—Nazaré; profissão—carpinteiro.
- Habitou entre nós. Fez família connosco, caminhou connosco. Não se remeteu à solidão contemplativa, mas misturou-se com as pessoas, sem excluir publicanos e pecadores. Andou de terra em terra. Foi fermento na massa.

2.O Verbo se fez Palavra.
- Palavra escrita nos evangelhos: palavra da salvação. Palavra que se lê, que se ouve, que se toca e pode beijar.
- Palavra anunciada, transmitida oralmente: requer mensageiros que, vivendo essa mensagem, a transmitem com verdade e fidelidade. Falaram e escreveram os profetas e todas as Escrituras. Falou o Pai do Céu. Falou Simeão e Ana que estavam no templo, quando Jesus foi apresentado. Jesus escolheu os discípulos e enviou-os a pregar por todo o mundo. Falam os evangelizadores, os educadores na fé, em qualquer condição e em qualquer lado. Hoje e sempre, é preciso clamar, falar, pregar, sem fanatismos ou fundamentalismos, mas com a coragem e a forteza do Pentecostes, sejam quais forem as consequências desagradáveis para os anunciadores.

3.O Verbo era a Luz.
- Natal, tempo de luzes. Há luzes diferentes. João Batista não era a luz, mas veio dar testemunho dela. Contrariamente surgem, em todos os tempos, os falsos mestres ou falsos profetas que lançam a confusão e semeiam o erro.
- O Verbo era a luz verdadeira que veio a este mundo: Deus de Deus, luz da Luz. É a luz verdadeira que o Pai enviou ao mundo. Até aí, só víamos os astros à volta do sol: no Natal surgiu o próprio sol e nós vimos e seguimos e deixámo-nos iluminar por ele. É Ele a salvação anunciada e predita pelos profetas. Ele é luz para a nossa inteligência, para iluminar as nossas ideias e os nossos esquemas mentais; é luz para a nossa vontade e ilumina as nossas decisões; é luz para o nosso caminho e nos indica o sentido certo.
- Luz para todos os povos e nações, mas muitos não A receberam: amaram mais as trevas do que a luz. “Quem Me seguir, não anda nas trevas”.

Pe. Carlos Moura, CM
SOBRE NÓS

S. Vicente de Paulo, o santo da Caridade, é o fundador da Congregação da Missão. Presentes em todo o mundo, estamos em Portugal desde 1717. Talvez nos conheça como Padres Vicentinos, Lazaristas ou Padres da Missão.

LOCALIZAÇÃO

(+351) 213 422 102 | 217 263 370

 

Estrada da Luz, 112-1º

1600 - 162 Lisboa

 

comunicacaoppcm@gmail.com 

CONTACTE-NOS
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
APONTADORES

© 2020 por Província Portuguesa da Congregação da Missão.