25 de JANEIRO: DIA DA CONGREGAÇÃO DA MISSÃO

António Clemente

26 de janeiro de 2021

o Dia da Província Portuguesa da Congregação da Missão, que assinalamos anualmente a 25 de janeiro, data em que se celebra a “fundação” da Congregação da Missão, voltou mais uma vez a juntar os Confrades da Província, embora não presencialmente, mas através dos meios telemáticos.

“O Amor é inventivo até ao infinito!” (SVP, XI, p. 65) é talvez das frases mais repetidas de São Vicente de Paulo. Embora as circunstâncias em que foi pronunciada pelo Santo da Caridade sejam muito específicas – referência à doação criativa de Jesus Cristo através do Santíssimo Sacramento, numa exortação a um Irmão na iminência da morte –, o que é certo é que acabou por se tornar emblemática em toda a nossa ação vicentina. É por isso que, na prática da caridade, no serviço da evangelização e, em geral, no exercício do ministério, o vicentino é chamado a usar da criatividade, da imaginação, para transmitir, por gestos e palavras, uma mensagem que tem séculos: o Evangelho de Jesus Cristo.
Não obstante a criatividade deva estar presente em todos os tempos, ela tornou-se indispensável na atualidade, por força da situação de pandemia que impõe alguma distância física entre nós e restrições nos contactos presenciais, e porque as relações humanas e pastorais não podem quebrar-se. Nesse sentido, sendo “o Amor [que une os Confrades da PPCM] inventivo até ao infinito”, é, ele próprio, gerador de novas soluções que nos permitem manter a comunhão e o amor fraterno. Por isso é que o Dia da Província Portuguesa da Congregação da Missão, que assinalamos anualmente a 25 de janeiro, data em que se celebra a “fundação” da Congregação da Missão, voltou mais uma vez a juntar os Confrades da Província, embora não presencialmente, mas através dos meios telemáticos.
Mas comecemos pela véspera. No dia 24 de janeiro, à noite, juntámo-nos também numa sala online para rezarmos o terço com os jovens da Juventude Mariana Vicentina. Esta oração foi uma pré-comemoração da data que se assinalaria no dia seguinte. Em comunhão com os jovens e com toda a Família Vicentina – que acompanhou a transmissão da nossa oração através do Facebook – nós demos graças pelo 404.º aniversário do surgimento do carisma vicentino, da intuição de São Vicente de Paulo que iniciou a sua enorme obra, presente até hoje em todo o mundo, através dos milhões de vicentinos e vicentinas que se dedicam a apoiar os irmãos mais frágeis e a anunciar o Evangelho. Tivemos, assim, um encontro intergeracional que foi sinal da vitalidade da espiritualidade vicentina em Portugal.

Na manhã do dia 25 de janeiro tivemos, então, o encontro online com os Confrades da Província. Juntámos, na sala online através do Zoom, quase toda a Província, pois estiveram presentes 27 Confrades e também o seminarista signatário deste artigo. Depois das habituais boas-vindas e saudações iniciais, começámos o encontro com a oração inicial e algumas palavras do nosso Padre Visitador, Pe. Nélio Pita, destacando a importância da data celebrada e do encontro online. Depois, o Pe. Bruno Cunha propôs uma leitura e reflexão a partir da “Conferência de 17 de maio de 1658, sobre Folleville” (SVP, XI, pp. 326-327) e da “Repetição da oração de 25 de janeiro de 1655” (SVP, XI, pp. 699-700), ambas sobre o primeiro Sermão da Missão, de São Vicente de Paulo. A meditação deste texto, especialmente escolhido para este dia, significou um regresso às nossas fontes, à origem, onde tudo começou, de forma a revestirmo-nos do mesmo espírito – o de Jesus Cristo – com que se revestiu São Vicente de Paulo. Mais do que recordar a “história”, foi voltar a revisitar a razão da nossa existência, para que no “hoje”, no “agora”, o nosso serviço vicentino continue fiel ao espírito originário proposto por São Vicente de Paulo. Após a reflexão, rezámos, também em conjunto na sala online, a Hora Intermédia, com a participação dos Confrades das várias Comunidades. Uma oração com um enquadramento diferente daquele a que estamos habituados, mas que manteve o essencial da nossa oração comunitária. No final, após uma mensagem de encerramento por parte do Padre Visitador, despedimo-nos uns dos outros e demos graças pelo momento de convívio, reflexão e oração que vivemos em conjunto.
Mas este encontro deu o mote para um outro momento de comunhão, neste caso, semanal, que partiu de uma proposta do Seminário Interno. Com efeito, tendo em conta o sucesso do momento de oração e partilha online no dia da PPCM, o Seminário Interno propôs que semanalmente, ao domingo, nos reuníssemos numa sala online, através do Zoom, para rezarmos vésperas em conjunto, com todas as Comunidades da PPCM. Esta iniciativa começou apenas com algumas Comunidades e, depois, foi-se alargando a toda a Província. Agora, temos encontro marcado para todas as tardes de domingo. Têm estado presentes os Confrades cujas tarefas pastorais não impedem a participação e, para além do tempo de oração, tem sido um importante momento de encontro, de partilha, de risos…. de família.
Damos graças a Deus por, através do Espírito Santo, continuar a inspirar-nos para, mesmo nas circunstâncias que vivemos e que são adversas ao encontro, ser possível estarmos reunidos desta forma e, assim, continuarmos a fazer caminho conjunto!