Mulher com a Bíblia

REFLEXÃO DOMINICAL

SOLENIDADE DA ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA AO CÉU

Nossa Senhora, Rainha do Céu

Mário Ribeiro

Padre Vicentino

Estimados irmãos, 
A Solenidade da Assunção da Virgem Santa Maria, que decorre neste dia 15 de Agosto, constitui uma excelente oportunidade de louvor à Rainha do Céu, “ornado do ouro mais fino”. Com efeito, a devoção à Virgem Santa Maria constitui uma fonte privilegiada de criatividade para os dinamismos da fé. Essa fecundidade criativa deve ser entendida à luz da integração do Mistério de Maria no Plano Salvífico de Deus no decurso da História da Salvação. Como explica o Magistério da Igreja, “Ela cooperou de modo singular, com a sua fé, na obra do Salvador, para restaurar nas almas a vida sobrenatural” (LG 61).  

 

A “mulher revestida de sol” constitui, para os crentes, uma catequese viva onde se aprende o mistério de Deus, uno e trino: “O templo de Deus abriu-se no Céu e a arca da aliança foi vista no seu templo”. Depois da referência ao Deus da Aliança, a leitura do Apocalipse evoca o “filho varão” que foi levado para junto de Deus e do seu trono. No Evangelho, do encontro de Maria com Isabel, surge a manifestação do Espírito Santo. 

 

A Mulher “coroada de doze estrelas na cabeça” é, também, uma catequese fecunda sobre o mistério da Igreja, una, santa, católica e apostólica. Entretanto, a maternidade de Maria educa-nos para a maternidade da Igreja. Nas palavras do Magistério, somos convidados a “olhar para Maria, a fim de contemplar nela o que a Igreja é no seu mistério” (CIC 972).  

 

O culto à Santíssima Virgem é, também, um excelente recurso para a evangelização. A “Mãe de Deus” suscita nos fiéis uma motivação extraordinária para o “encontro”, fenómeno muito evidente na religiosidade popular. Sob a sua proteção se acolhem os fiéis em todos os perigos e necessidades. A pastoral das comunidades tem na devoção mariana um instrumento poderoso de catequização. O Evangelho de hoje sublinha esta adesão dos crentes ao longo dos tempos: “de hoje em diante me chamarão bem-aventurada todas as gerações”. A piedade mariana influi na criatividade pastoral, mas não se fica por aí. Influi de modo especial na espiritualidade da “vida nova”, tanto mais que Maria é apresentada como a Nova Eva que remete da criação à “nova criação”. Os crentes reconhecem o lugar eminente da Mãe de Deus no grande movimento da ressurreição. Esta espiritualidade é evidente nos efeitos que a devoção à Mãe de Deus suscita na vida de muitas pessoas. Basta recolher alguns testemunhos para percebermos que a piedade mariana conduz muitos peregrinos da morte à vida. Naquela que é Bendita entre as mulheres muitos encontram uma nova esperança e uma nova coragem para os enigmas das suas vidas. 

 

Por fim, no contexto inédito da contingência pandémica que atravessámos, a Solenidade que hoje nos congrega, constitui, a partir do evangelho, uma especial interpelação à caridade. Maria pôs-se a caminho como quem leva uma saudação, ou seja, como quem leva saúde. Também aqui, o culto mariano é inspirador. Não se trata apenas de levar coisas para entregar. Trata-se de saudar com os olhos da fé, ver nas circunstâncias da vida do próximo as manifestações dos desígnios de Deus. São Vicente de Paulo percebeu que a caridade terá de ser inventiva até ao infinito. A espiritualidade mariana influi eficazmente nessa criatividade porque suscita nos fiéis um coração sensível aos apelos dos pobres.  

 

Como diz o prefácio desta solenidade, “hoje a Virgem Mãe de Deus foi elevada à glória do Céu. Ela é sinal de consolação e de esperança para o povo peregrino”. Animados nesta esperança, e fortalecidos pelo dom desta eucaristia, glorifiquemos o Senhor pelas suas maravilhas. Que nunca nos falte a sua graça e a sua bênção.

Voltar a Reflexão Dominical Ano A | Ano B | Ano C

SOBRE NÓS

S. Vicente de Paulo, o santo da Caridade, é o fundador da Congregação da Missão. Presentes em todo o mundo, estamos em Portugal desde 1717. Talvez nos conheça como Padres Vicentinos, Lazaristas ou Padres da Missão.

LOCALIZAÇÃO

(+351) 213 422 102 | 217 263 370

 

Estrada da Luz, 112-1º

1600 - 162 Lisboa

 

comunicacaoppcm@gmail.com 

CONTACTE-NOS
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube
APONTADORES

© 2020 por Província Portuguesa da Congregação da Missão.